Sem limites para sonhar...

pesquisar

 
Domingo, 29 / 01 / 12

Tema: Sapatos. O SHOW DOS SAPATOS VOADORES...

vancostt

 

Chegamos ao ápice da emoção, aquela alegria irradiava luz. A pista de dança se transformou no palco da nossa felicidade. Éramos um só, aquele delírio ofuscava os outros casais, não existia tristeza no nosso universo, éramos feitos um para o outro. Naquele ritmo frenético eu vibrava com os seus movimentos, você me lançava olhares, me tocava a cintura e eu me sentia completamente envolvida.  Sim, você me agarrava com força, era possível ouvir os batimentos cardíacos do seu coração. Abriram uma grande roda no meio da pista, os outros dançarinos batiam palmas, queriam partilhar, queriam aprender como se ama ao som da música, e lá estávamos a fazer o nosso show. Inesperadamente, um sapato sobrevoou a pista de dança de uma ponta a outra, todos os casais e dançarinos pararam para assistir. Eu não queria acreditar na piada, todos riram naquela hora, o dono do sapato era você, com todo aquele entusiasmo o sapato saiu do seu pé sem que ninguém podesse esperar. De súbito eu lancei os meus sapatos para o alto também, éramos cúmplices, e o show era todo nosso. Aplausos e mais aplausos ao casal de dançarinos e aos seus sapatos voadores...

 

Van Costt

 

 

publicado por Van Costt às 16:54
Domingo, 08 / 01 / 12

Tema: Razões para acreditar. A OSTRA E O GRÃO DE AREIA...

 

Um dia eu fui feliz por não saber que nunca conheci a felicidade, como uma ostra eu me tranquei, vivi a vida fechada em mim. Nas piores tempestades eu era lançada de rocha em rocha, sentia o açoite do mar, mas resistia aos temporais mais constantes, queria ter "razões para acreditar", eu precisava me proteger, infelizmente um grão de areia conseguiu atrentrar em minha vida, não veio me fazer feliz, pelo contrário, chegou para trazer mais e mais sofrimento, fechei os olhos e decidi suportar a dor que começou a corroer o meu ser. Um dia decidi abraça-lo como quem perdoa, nessa altura ele já fazia parte de mim... e o tempo passou. As ondas do mar me trouxeram para a margem de uma praia, uma criança me encontrou e me disse o quanto eu era linda.... ri sem que ela percebesse, não queria desiludir a menina, ela me virava de ponta cabeça, eu estava cansada, já na primeira tentativa ela conseguiu me abrir. Quando eu já estava a desfalecer, percebi que dos olhos da menina uma lágrima rolou. Ela não encontrou o meu grão de areia, ela percebeu a cicatriz da dor que envolveu a pérola mais valiosa, o amor. Razões para acreditar. A ostra e o grão de areia...

 

Van Costt.

publicado por Van Costt às 23:40
Domingo, 01 / 01 / 12

Tema: Renascer. O RELÓGIO!

 

O relógio tocou o despertar de um dia que não tinha a menor pretensão de amanhecer, ele aborrecia o tempo da dor. Aquele era o segundo dia, ela estava ao seu lado... imóvel, muda, morta. O relógio parou de tocar às 2 horas da madrugada, o galho da árvore começou a arranhar o vidro da janela, ele queria o silêncio... um estalo, nada de rangidos de galhos a bater na janela como quem assombra. Ele saiu dali, caminhou para junto da sua amada e beijou a sua boca fria. Um grito... Acorda! De repente: Ela abriu os olhos! Sonho ou realidade? Renascer. O RELÓGIO...

 

Van Costt.

publicado por Van Costt às 21:30

mais sobre mim

Fevereiro 2016

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29

últ. recentes

  • Olá Daniela Leal,Fico imenso satisfeita com a tua ...
  • Apesar de este texto já ter sido escrito na semana...
  • Olá Natacha,Obrigada pelo comentário: ) Seja bem v...
  • Gostei a analogia :) Também em tempos já referi al...

mais comentados

arquivos

2016
2015
    2014
      2013
        2012

        subscrever feeds

        blogs SAPO


        Universidade de Aveiro